10 dicas de pescaria raiz para pescadores da nova geração

Compartilhe:

Confira algumas dicas aparentemente simples que a pescaria raiz pode contribuir para o seu sucesso como pescador

Há muitas disputas, principalmente nas redes sociais, entre os amantes da pescaria raiz e os pescadores mais “modernos”, as vezes até rotulados como “pescadores nutella”. O título é utilizado pejorativamente para insinuar que a galera da pesca esportiva, cheia de equipamentos e técnicas inovadoras, é na verdade um grupo de pescadores mal acostumados com mordomias, mas nem sempre é assim.

O que ocorre é que atualmente a indústria da pesca possui uma representatividade imensa não só na pesca comercial mas principalmente na pesca esportiva, entretanto, alguns pescadores das gerações passadas, ao qual eu me incluo, pois tenho 41 anos e cresci pescando com meu pai e seus amigos, tem certas restrições a essas “mordomias” utilizadas na pesca moderna.

Misturando as gerações da pescaria raiz com a nova safra de pescadores

É fato que alguns itens de pesca já romperam essa barreira e conquistaram essa galera da antiga que pesca ha mais de 30, 40 e até 50 anos, como as varas de fibra e carbono, as carretilhas e os molinetes. Outros itens já são menos vistos na tralha dos mais antigos como passaguás, iscas artificiais, atrativos e massas para isca. Essa separação acaba sendo inevitável visto que as influências ao qual aprendemos a pescar lá nos anos 70 e 80 são muito diferentes, mas há como misturar as turmas e se divertir igualmente.

Pensando nisso, podemos exemplificar algumas dicas ou costumes que a pescaria raiz criou mas que estão atuais até os dias de hoje. Há muitas formas de pescar, muitos equipamentos e técnicas diferentes, que funcionam melhor com uma espécie e pior com a outra, porém há ensinamentos antigos que podem garantir uma pescaria de sucesso para todos, sem distinção.

Confira abaixo 10 dicas de pescaria raiz que podem contribuir para os novos pescadores garantirem seus exemplares, seja para o frito ou para a foto

1. Minhoca nunca falha

isca para pesca de água doce minhoca

A minhoca é praticamente um símbolo natural da pesca. E não é para menos, já que esse pequeno verme da terra é quase infalível em pescaria de água doce e até mesmo em água salobra (água doce misturada com água salgada). Se você perguntar para qualquer pescador raiz, qual isca deve levar na sua próxima pescaria de rio, açude, barragem ou represa, e até mesmo em pesqueiros particulares, é quase certo que ele te responderá: leve minhoca!

Mesmo que você vá pescar predadores como Dourados e Traíras, a minhoca vai te garantir a isca e até mesmo algum outro peixe maior como Piavas (Piaparas), Pintados, Mandis e Jundiás. O fato é que a minhoca é certeira em todas as pescarias. Se nada der certo com sua massa ou as variadas iscas artificiais, a minhoca vai te garantir alguma fisgada.

2. Leve sempre botas de cano longo

Se você observar fotos antigas de pesca, uma coisa será unanimidade nos trajes dos pescadores: a bota de borracha. Essa é uma companheira eterna do pescador de água doce pois nos ambientes que frequentamos há muita incidência de cobras, algumas venenosas, então segurança não depende do tipo de pesca que você pratica.

Aqui no RS, onde eu costumo pescar, temos muitos relatos de acidentes com a Cruzeira, como é chamada a Cascavel Cruzeira. A bota de borracha com certeza vai te proteger de ameaças como essas na sua pescaria.

3. Tenha sempre uma vara de pesca no carro

Uma dica que vale ouro: tenha sempre uma vara de pesca, seja telescópica ou de partes desmontáveis, com um molinete ou carretilha, linha e anzóis no seu carro. Você nunca sabe por onde vai passar e de repente sem que você imagina, uma pescaria divertida pode surgir.

Para completar seu kit, pode ter uma caixinha com algumas iscas artificiais e até mesmo as massinhas, que para pegar alguns peixes menores como isca já servirão.

4. Pesque preferencialmente acompanhado

dicas de pescaria raiz pesque sempre acompanhado

Antigamente a pescaria em grupos e turmas era comum, onde os amigos se juntavam entre 3, 4 e até mais pescadores para ir acampar e passar aquele feriadão inteiro pescando. Porém atualmente nem todos temos o privilégio de ir pescar por dias se afastando de casa, da família e do trabalho.

Mas mesmo que você seja uma pessoa ocupada assim e nem sempre tenha parceria para sua pescaria, fica uma dica importante relacionada a segurança: procure ir a pesca com um amigo ou familiar, principalmente se for acampar. Nunca sabemos as surpresas que uma pescaria pode nos trazer, então se você estiver sozinho e algo der errado, suas chances de resolver o problema serão maiores se você foi pescar com um(a) parceiro(a).

5. Gelo e lenha são essenciais

Eu não sei você, mas eu já deixei o gelo em casa e só percebi já na pescaria, e foi um horror. Esse item pode ser acompanhado da lenha, principalmente quando for acampar. Aqui no sul nós utilizamos como desculpa, que os pescadores mais jovens, novatos na turma, são os escolhidos para chegar no pesqueiro e ir recolher lenha para iniciar um fogo.

Principalmente se estiver para chover, é importante garantir o combustível da sua fogueira antes que tudo fique molhado e dificulte mais essa tarefa chata mas importante.

6. Pescando embarcado o perigo é dobrado

a pesca pode ser muito mais que fisgar um peixe

Hoje em dia grande parte dos pescadores utiliza o colete salva vidas como item de segurança básica na pesca embarcada mas há dicas antigas que ainda podem salvar sua vida. Pescar embarcado de botas, por exemplo, nem pensar. Se qualquer acidente acontecer e você cair na água de botas, elas encherão de água e você irá afundar. Isso poderá ser fatal.

Outra dica importante na pesca embarcada é você conhecer o local onde está navegando. Saber a profundidade é um bônus mas se você possuir informações sobre como é o leito desse curso d’água: arenoso, lamacento, com vegetação ou galhadas, essas informações serão importantes para você redobrar o cuidado.

Evite aglomerar mais pessoas do que o máximo da capacidade da embarcação, e essa é uma dica velha porém óbvia. Se for pescar com rede, tenha sempre uma faca ou canivete consigo, pois ocorrem muitos acidentes com pescadores enredados e um utensílio desses pode ser bem útil.

7. Tenha variedade de tralhas

Os anos eram da década de 80, mas eu aprendi e lembro até hoje: é sempre bom ter variedade de tralhas de pesca como linhas de mão, varinhas para lambari, boias loucas, anzóis de vários tamanhos e dois ou três tipos de iscas. Essa dica vale até hoje pois a pescaria não depende somente da sua vontade de pescar, mas muitas vezes um tipo de peixe que você procura não estará ativo então você precisa de um plano B.

Por exemplo, se você for pescar no rio, há dezenas de possibilidades, então você pode investir em pelo menos umas duas técnicas / iscas, aumentando a chance de sucesso. Lembro da minha infância, mais precisamente de um parceiro de pesca do meu pai. Ele levava muita tralha, de todo tipo e técnica, e muitas vezes era zoado por isso. Mas advinha quem pegava mais peixe na pescaria? O próprio. Então varie seu equipamento.

8. Sal e óleo garantem o almoço

A caixa da comida é essencial em qualquer pescaria, mas se você carregar consigo, uma frigideira ou panela velha, uma garrafa de óleo e sal, você não irá se apertar quanto a fome. E sabem o que dizem né? O melhor peixe frito é aquele que você recém pescou e frita ali mesmo no pesqueiro.

9. Facão e Fósforo

Nunca esqueça desses dois itens. O Facão e o fósforo ou isqueiro serão os seus acessórios e melhores amigos na pescaria. O facão será usado para abrir clareiras no mato, cortar lenha ou até mesmo se defender de algum animal peçonhento como uma cobra por exemplo.

Já os fósforos ou isqueiro será sua garantia de ter uma fogueira para cozinhas, esquentar água e até mesmo aquecer e iluminar o acampamento a noite.

10. O lixo não fica no pesqueiro

Pode ser uma pescaria na barranca do rio, em uma fazenda ou na beira da praia. Uma regra nunca deve mudar: gerou lixo, recolhe antes de ir embora. Hoje em dia com muito mais pessoas pescando, esse ensinamento é ainda mais importante.

dicas pescaria raiz recolha seu lixo

Lembre-se que outras pessoas utilizarão o local, animais habitam o local, e não queremos o lixo caindo na água e poluindo o pesqueiro não é mesmo?

No meu tempo agente “educava” o “relaxado” da pescaria constrangendo ele mesmo (e aí seu porco, vai deixar teu rastro por aqui mesmo?), mas hoje em dia agente conta com o bom senso mesmo. Se o lixo já estava ali, não vai te cair um pedaço se você recolher também, afinal você poderá voltar ali e não vai querer topar com um pesqueiro que parece mais um lixão né?

Considerações finais

Como você pode ver, há ensinamentos básicos da pescaria raiz que são bem úteis para todos nós pescadores, principalmente para os mais nossos, e quanto mais cedo ensinarmos, melhor. Se você curtiu essas dicas e tem outras para sugerir, deixe seu comentário aqui no blog que vamos compartilhar ele com nossos outros leitores.

Aproveite e siga Pescaria S/A no Facebook e fique atualizado sobre nosso conteúdo. Também estamos no Youtube com nosso Canal Pescaria S/A. Obrigado por visitar o Blog Pescaria S/A. Boa pescaria!

Deixe um comentário